Sou mulher e uso perfume masculino

Cheirosos, esse artigo é totalmente diferente do que vocês estão acostumados a ler por aqui, pois não é sobre nenhum lançamento.

E sim, sobre um perfume masculino do qual eu amo e uso nos meu dia a dia, isso mesmo, vocês não leram errado, um perfume masculino!

Ficaram curiosos? Aposto que sim, para descobrir qual perfume masculino que eu uso, basta ler esse artigo até o final.

E lá vamos nós…

Primeiramente meus leitores, nunca tive preconceito com mulheres que me contavam que usavam perfumes masculinos, pelo contrario achava engraçado e um gosto bem pra lá de peculiar, e pensava comigo mesma, eu nunca vou fazer uso de um perfume masculino.

No entanto, existe um ditado muito popular que nós brasileiros adoramos falar por aí que é: ” nunca, diga nunca” não é mesmo?

Ou melhor, existe um ditado mais pesado ” a língua é o chicote do corpo”… pois é, por essa eu não esperava.

Mesmo sendo muito curiosa e amantes de perfumes desde de pequena, nunca nenhum perfume masculino tinha ganhando o meu coração de um jeito igual esse conquistou.. e foi totalmente sem querer, querendo…

Como assim Brenda?

Pois bem, meu maravilhoso e cheiroso marido, adora perfumes mas somente para colecionar!

Sim, enquanto a gente torra todo nosso pobre salário com perfumes, para termos diversas fragrâncias, para todas e quaisquer  ocasiões possíveis, ele compra somente para colecionar.

E eu sendo mulher, para não falar curiosa rs e amante de perfumes, um belo dia resolvi mexer na coleção de perfumes dele.

E ao contrário do meu gosto pela perfumaria nacional, o meu esposo, é louco por perfumes importados.

No entanto no meio da coleção dele, achei dois perfumes nacionais perdidos, para não falar esquecidos, pois estavam bem escondidos atrás daqueles frascos enormes dos perfumes importados.

Na mesma hora, me bateu aquela curiosidade de saber o aroma daqueles dois perfumes nacionais, que tinham conseguido despertar o interesse do meu esposo para ter comprado eles.

O primeiro perfume que peguei, foi o Urbano Recria da Natura, e logo de cara criei uma expectativa enorme, pois vi que era da Natura, mas ao borrifar o perfume no meu pulso, que balde de água fria, achei o seu aroma muito mais muito ruim.

Peço até desculpas para quem gostava desse perfume, e sinceramente agradeço a Natura por ter descontinuado ele.

Porque esse perfume ninguém merece usar, nem o meu marido, então eu rapidamente decidi colocar o frasco do Urbano Recria da Natura, o mais escondido possível, para que ele não possa ver e inventar de usar.

Já o segundo perfume nacional que eu achei, era da Boticário, o famoso Portinari.

Digo famoso, pois eu já tinha escutado muito sobre ele, e o quanto ele estava agradando ao público masculino, mas eu nunca tinha sentindo o seu aroma antes, nem no meu esposo.

Então decidi, borrifa o tão famoso Portinari, e foi amor ao primeiro contato que essa fragrância fez na minha pele.

Que perfume maravilhoso, não consegui acreditar, pronto, lascou, queria aquele perfume para mim, mas ele fazia parte da coleção do meu esposo.

Então passei a tarde toda pensando e buscando uma maneira de tentar resolver esse dilema, afinal estava mexendo na coleção preciosa de perfumes do meu esposo, não queria que ele descobrisse, pois ele morre de ciúme, e até entendo, pois eu também sou assim com meus perfumes.

So que eu não contava que iria me apaixonar por uma fragrância, então eu tomei uma decisão, pelo Portinari da Boticário, vale a pena eu me entregar.

Então esperei o meu marido mega ultra cheirosos chegar em casa do trabalho, deixei ele bem a vontade, e comecei a contar do meu dia, deixando a parte do qual eu mexi na coleção de perfumes dele por último.

Até que acabou o assunto, e eu soltei a bomba: ” tive que mexer no seu armário de perfumes hoje para tirar o pó.”

A primeira reação dele foi super de boa, então eu respirei aliviada, e tomei coragem para ir mais fundo no assunto: ” fiquei apaixonada pelo único perfume da Boticário que você tem, e quero saber se existe a possibilidade dele ser meu, só meu.”

Cheirosos, ele ficou quase cinco minutos em silêncio total, acho que ele começou a imaginar que eu tinha borrifado todos os perfumes dele rs.

Depois desse cinco minutos de luto, por cada borrifada que ele imaginava que eu dei nos perfumes dele, ele abriu um sorriso andou até a coleção dele, e me deu o bendito Portinari da Boticário. Ufa, consegui!

Mas ele não se aguentou e teve a audácia de me dizer: ” para quem falou que nunca usaria um perfume masculino hein.”

E é isso cheirosos, hoje eu pago com a minha língua, por ter dito que nunca usaria um perfume masculino, mas pago, cheirosa com o perfume masculino Portinari da Boticário.

 

Espero que vocês tenham gostado da minha história, e se tiverem alguma história legal com perfumes, comente abaixo!

E por curiosidade, alguma mulher por aqui já usou ou usa algum perfume masculino?!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.